terça-feira, 9 de agosto de 2011

Eu sou DO LAR e vc?





É como disse minha amiga do http://dudueeu.blogspot.com/ , em um post mega especial. Antigamente todas as mulheres eram do lar, e isso era o normal. Mas hoje em dia quando uma mulher bem arrumada, estudada e informada diz q sua profissao é DO LAR, nossaaaaaa os comentarios maldosos e olhares distorcidos caem sobre ela.E ainda temos que ouvir: - Ahhh entao vc não trabalha... (como assim? eu trabalho e muitoooooo)Muitas mulheres do lar são: empregadas domesticas, baba, cozinheira, motorista, costureiras, medicas, psicologas, químicas, cabelereiras, crafter, professoras, e organizadoras de eventos entre outras.....E o pior ainda: - Ahhhh, voce é dondoca, só fica em casa....Conheço varias do Lar que tem mestrado, doutorado, que resolveram e puderam optar por ser do lar, para cuidar da casa, do marido e principalmente dos fihos.

Tambem conheço muitas mulheres que só se realizaram profissionalmente depois de muita luta para aceitar sua profissão DO LAR. Na sociedade feminista em que vivemos é feio ficar em casa, é feio não "trabalhar".Assim como tb conheço muitass mulheres que são realizadas trabalhando fora, realizadas com suas funções fora de casa..

Se o mundo esta cada vez mais feminista, nós mulheres compreesivas que somos, mães que somos, deveriamos aprender e ensinar a respeitar os outros, independente de religião, cor, raça ou escolha profissional.

Tambem acredito que um dia essa profissão DO LAR, ganhará outro nome, ganhara salario, e o melhor de tudo ganhará respeito.

Se voce tb é DO LAR? levanta a mão ai....

beijosssssssssss
Dani Garcia
/http://recriandocomdani.blogspot.com/
http://www.elo7.com.br/3f7ac/

14 comentários:

Thais Scavassa disse...

oi dificil mesmo ser do lar nesse mundo que vivemos, temos que unir forças e revindicar melhorias na nossa categoria.. bjus

Lola disse...

Oi Dani!
O problema não é ser do lar ou não. Acho que o problema hoje em dia é que não traz dinheiro ou ganha dinheiro numa casa. O mundo virou totalmente consumista. Não se valoriza mais uma comida bem feita e quentinha, uma roupa arrumada e pronta pra gente pegar no armário e usar, não se aprecia mais uma casa limpa e organizada. O que interessa é se a pessoa ganha ou não dinheiro. E isso é muito triste amiga, pois significa que a maioria dos valores foram pro ralo! Basta ganhar um dinheiro, seja com o que for, que a pessoa terá valor. Triste.

Bjs
Ah! Eu sou do lar! rs
E sou super desvalorizada, até por gente que diz me amar de paixão, infelizmente.

Bjs

Leana ♥ Mãe da Giovanna♥ disse...

\o/ Eu tb sou do lar!!!! Optei por cuidar da minha família. E estou feliz assim,mesmo com as críticas e olhares tortos.
bjs!

Fernanda. disse...

A família é a base da sociedade, creio sim, que o ideal é que a mulher fique em casa, cuidando do lar, não somente no sentido organizacional e sim, e mais importante, no aspecto emocional da família.
Também é comum na nossa sociedade casamentos que não duram, por inumeras razões, e se acontecer se da união se dissolver, o que fará a mulher que não poussue identidade dentro do mercado de trabalho ? Virar pensionista do ex-marido ? Voltar para casa da mãe ?
Enfim, ser ou não dona de casa é uma decisão delicada.
Quem tem coragem de levantar a mão e dizer que seu casamento é eterno e jamais acabará ?? E se for trabalhar 'pensando" na possibilidade de um dia o casamento acabar é uma motivação que a transformará numa boa profissional ? E o seguro ? Morreu de velho ?
Muitas dúvidas, mas é certo que uma mulher seja em casa ou no trabalho secular se esta feliz por sua escolha obviamente é uma mulher realizada e traz alegria a sua família.

Dea, a mamae da Nina disse...

sou do lar e olha q fiz facu d serviço social e tb fui muito criticada.
Quer dizer q optar por cuidar da familia ou dos mais desprovidos no meu caso se fosse trabalhar numa comunidade carente por exemplo é motivo de espanto!!!
Nao acho e nao me incomodo com quem me acha doida.
Tenho uma diarista q tem me ajudado e pus Nina na escola meio periodo pq estava escrava da vida de do lar.
Quem critica a gente q é do lar nao aguenta nem 1 semana na batida de casa, filho, marido, cachorro, roupa, e afins.
Bjs e viva noixxx

Rebeca disse...

PRESENTE! Eu sou 100% do lar, e o povo acha que sou dondoca!
Mas foi uma escolha não menos dolorosa do que trabalhar fora. Pq não teria com quem deixar meu filho. E a doa de casa não é valorizada, vamos combinar. Pode ser estudada e tudo, mas não dão o mesmo valor pra mulher que trabalha fora e a que trabalha em casa (pq TRABALHO a gente tem, e dobrado rsrsrs)

Beijos

Carol disse...

Olha que eu ja pensei em fazer um post sobre este assunto. Vivo brincando com a minha mãe que detesto a tal revolução feminina. Antigamente as mulheres ficavam em casa e eram respeitadas por isso. Hoje como você disse, dizer que se esta em casa com os filhos causa sim olhares e reações indignadas das pessoas. Ja cheguei a ouvir de outras mulheres que mulher que não trabalha fora de casa é preguiçosa, pode? Concordo com o comentario acima, nossa sociedade é consumista e todos os valores da nossa sociedade de hoje estão relacionados ao poder de consumo. As pessoas são valorizadas pelo que têm e não o que são, triste mas é verdade. A dona de casa é vista como aquele que não tem grana, fica em casa isolada, não participa do mundo la fora e depende financeiramente do marido. Agora te digo, ser dona de casa em paises de primeiro mundo é luxo! Sabe por que? So quem pode se dar o luxo de ficar em casa com as crianças fica. As pessoas automaticamente concluem que dona de casa tem marido rico.
bj

Ruby Fernandes disse...

Si flor, é minha cozinha mesmo!
bjo bjo =)

Anônimo disse...

awesome blog, do you have twitter or facebook? i will bookmark this page thanks.

My site:
rachat de credits www.rachatdecredit.net

Paloma disse...

Tô levantando a mão...rs.
Bjos

Genis disse...

Dani, como disse lá no Recanto, sinto tudo ao contrário por trabalhar fora.
Beijos, Genis ♥

rainha disse...

quem foi a idiota que quiz trabalhar fora hem?? fala que eu mato de novo!!!!

Pequena Artesã disse...

Conheci seu blog andando por ai... E me identifiquei com seu post...Sou do Lar e adoro...Mas a falta de reconhecimento me mata...
bjs

Karina Fattori disse...

OI Dani,
Adorei seu post, estava procurando informações sobre o assunto para escrever um post no meu blog (http://maedaanita.blogspot.com) quando te encontrei.
Fiz biologia em uma Universidade federal e mestrado em microbiologia na UNESP, era pesquisadora quando engravidei, tive pré eclampsia e uma gestação de auto risco, tudo por conta da vida estressante que eu tinha, virava noites no laboratório trabalhando.
Resultado minha filhota nacseu prematura pesando 1700kg em plena pandemia de gripe suína..Surtei e decidi que meu único projeto seria ela e somente ela. Hoje sou dona de casa, cuido da minha princesa e do meu maridinho, e só voltarei a trabalhar em um emprego que seja flexivel para estar sempre perto da minha familia!
Eu não sou dondoca....eu SOU MÃE!!!!

 
Design by Layout para Blog